A vida é minha. A vida é nossa.

Cá estamos nós. Expostos. Fuxicados. Entregues à falação dos demais. Na boca do povo. Como aconteceu isso, você pode se perguntar. Quando se deu essa invasão de privacidade é a dúvida que paira. Lendo assim, parece algo terrível, certo? Mas é o teatro-verdade das redes sociais que impera agora. E para essas perguntas as respostas

Share

Dormir e acordar com alguém

É maravilhoso dormir com alguém que quer acordar abraçado com alguém que quer dormir abraçado com esse alguém. Você quer dormir abraçado com esse alguém que quer acordar abraçado com você. Você quer acordar abraçado com esse alguém que quer dormir abraçado com você. Tão maravilhoso quanto dormir com alguém que quer acordar abraçado com

Share

Ao topo. Ao fundo. Todos os dias.

Eu quero me drogar, todos os dias. Eu penso em me matar, todos os dias. Eu quero me curar, todos os dias. Eu não entendo o mal, todos os dias. Eu vou me apaixonar, todos os dias. Eu vou me encontrar, todos os dias. Eu aspiro a fumaça má, todos os dias. Eu aspiro a

Share

Ensaio sobre a divindade

Prólogo: As pupilas são responsáveis por regular a quantidade de luz que será enviada do exterior para nossas retinas. É um furo, um buraco, que faz vazar luz para dentro. Quando estamos em um ambiente escuro, por instinto, nossas íris dilatam, fazendo a pupila crescer e absorver o máximo da pouca luz disponível. Já quando

Share

Possivelmente Talvez (Possibly Maybe) – Björk

Seu flerte me revela Excita a rachadura em mim Me atinge com esperança   Possivelmente talvez Possivelmente amor Possivelmente talvez   Embora eu definitivamente aprecie a solidão Eu não me importaria, talvez, Em gastar um pouco de tempo com você Às vezes, às vezes   Possivelmente talvez Provavelmente amor Possivelmente talvez Provavelmente amor   Incerteza

Share

Um samba qualquer falando de amor…

Nunca foi a hora, não
D’eu te encontrar
Acabei fugindo
Tentando entender

Esse meu fracasso
Entre tantos outros
Só mais uma chance
Que desperdicei

Share

Partida

Aquela nuvem que passou no dia da minha partida Me dizia que não ia ser tão fácil voltar E nada do que eu dizia eu sentia de fato O coração estraçalhado perde o senso e a razão   E sem sentido eu parti a tatear pela estrada De posse da minha vida; do tudo e

Share

Sol

As histórias que eu quis esquecer… de um passado tão presente… Nunca me abandonam, cada escolha é tão real… Aquele filme sempre passa, mesmo tão incolor… E a cada dia eu sinto de novo… a mesma sensação de dor…   E não adianta fugir… (nada vai parar no lugar) E não adianta fingir… (o espelho

Share

Como de costume

Ana está morta.   …   Como de costume, Eduardo vai até a porta, pega o jornal, liga para a avó que mora no interior para se certificar que ela está bem, prepara seu expresso e senta-se à mesa. A noite agora é uma lembrança vaga. O sol brilha lá fora. Um belo domingo a

Share

Usar. Todos. Amar. Nunca.

Eu amo tudo que tenho Eu não amo tudo que tenho Eu tenho tudo que amo Eu não tenho tudo que amo Tudo que eu tenho me ama Tudo que eu tenho não me ama Amar. Tudo. Ter. Amar. Nada. Ter.   Eu amo todos que tenho Eu não amo todos que tenho Eu tenho

Share