Escudo Cruel

Por que cobres teus olhos com este manto vermelho? Por que te camuflas nestas finas gotas de água salgada? Por que desfiguras teu rosto em espasmos e soluços?

Eu tenho a resposta: queres te esconder do mundo que não suportas.

Mas eu não serei condescendente e não ganharás de mim a simpatia que tanto almejas, pois és fruto da covardia. A piedade alimentará tua falta de coragem como o ar é devorado pelo fogo. Seguirás projetando-te contra o fundo deste fosso até que a dor não seja mais suportável, ou até que decidas pôr um fim em tua própria destruição.

Eu sou a tua própria crueldade, e deves temer a mim mais do que temes à morte porque eu não sou um fim: eu sou um vício. E deves livrar-te de mim para acabar com este teu escudo de dor.

Share

Comentários no Facebook

comentários no Facebook

Um comentário

Deixe uma resposta

Seu email nunca é divulgado.Campos obrigatórios são marcados *